Skip to content Skip to footer

Entenda o que acontece no cérebro de uma criança com TDAH

Entenda o que acontece no cérebro de uma criança com TDAH

Você já se perguntou o que realmente se passa na cabeça de uma criança com TDAH? É uma dúvida que muitos de nós podemos ter, e entender isso pode fazer uma grande diferença na vida delas. 

Neste texto, vamos simplificar esse tema e explicar o que acontece no cérebro das crianças com TDAH.

O que é o TDAH e como isso afeta? 

O TDAH é um transtorno que faz com que algumas crianças tenham dificuldade em focar a atenção, se acalmar e pensar antes de agir. E isso gera vários problemas na vida pessoal e na vida escolar delas. 

Elas podem ter problemas para se concentrar na escola e esquecerem tarefas, o que pode atrapalhar o aprendizado e fazer com que se sintam mal consigo mesmas. Além disso, às vezes, eles podem precisar de ajuda extra, seja dos professores, pais ou até mesmo de médicos para aprender a lidar com esses problemas e se sair bem na escola e na vida pessoal.

Mas, afinal, o que está acontecendo dentro do cérebro delas? Essa é uma pergunta importante porque entender isso é o primeiro passo para poder ajudar essas crianças da melhor forma eficaz.

Como é o cérebro de uma criança com TDAH?

Para entendermos melhor o TDAH em si, podemos comparar o cérebro como fios de rede de informações. No cérebro de uma criança com TDAH, alguns desses “fios” podem estar congestionados ou bloqueados. Isso significa que mensagens importantes, relacionadas à atenção e ao controle de impulsos, não são recebidas como deveriam. O resultado é a desatenção, hiperatividade e impulsividade característicos do TDAH.

Onde o TDAH afeta o cérebro: 

Segundo uma pesquisa publicada pelo The Lancet, analisado com base em exames de ressonância magnética do cérebro de mais de 3.000 crianças e adultos em 23 países diferentes, diz que algumas partes do cérebro tendem a ser um pouco menores e/ou demoram mais para se desenvolver em crianças com TDAH.

Apenas com essa informação, já podemos ver o quão importante é entender sobre isso para podermos ter um direcionamento correto com as nossas crianças e os nossos alunos. Pois, muitas vezes já escutamos delas “eu não consigo aprender”, “eu sou burro”, ou até mesmo “eu nunca vou conseguir”. 

Por que isso acontece com as crianças com TDAH?

O TDAH tem um impacto particular no córtex pré-frontal, uma região do cérebro responsável por funções executivas, como planejamento, organização e controle de comportamento. Essa área do cérebro é como o “diretor de orquestra” que coordena todas as ações e pensamentos. Em crianças com TDAH, essa região pode ser menos ativa ou funcionar de forma diferente.

Além disso, o TDAH também está relacionado a diferenças na química cerebral e na conectividade neural. 

Existem substâncias químicas que ajudam a transmitir sinais de uma célula nervosa para outra através das redes do cérebro. Esses produtos químicos são chamados de neurotransmissores. 

Seções cerebrais

A dopamina e a noradrenalina são dois neurotransmissores que podem desempenhar um papel no TDAH, e elas desempenham um papel central na regulação da atenção e do autocontrole. Quando esses sistemas não operam de maneira eficaz, a criança com TDAH pode ter dificuldades.

Portanto, uma criança com TDAH pode ter um cérebro que se desenvolve de forma um pouco diferente, o que causa as diversas dificuldades características do transtorno. No entanto, com o apoio certo, como terapia e orientação, essas crianças podem aprender a enfrentar esses desafios e alcançar sucesso na escola e na vida cotidiana. 

Além disso, é importante lembrar que o TDAH não define a inteligência de uma criança, cada uma delas é única, e com suas próprias habilidades e talentos.

Gostou do conteúdo sobre TDAH? Fique de olho nas nossas redes sociais para mais conteúdos como esse.


Referências:

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-58212010000100019 

https://doi.org/10.1590/S1516-44462001000500010

https://www.aacap.org/AACAP/Families_and_Youth/Facts_for_Families/FFF-Guide/ADHD_and_the_Brain-121.aspx

https://www.thelancet.com/journals/lanpsy/article/PIIS2215-0366(17)30049-4/fulltext

Leave a comment