Skip to content Skip to footer

Psicomotricidade: 7 habilidades essenciais para educação infantil

PSICOMOTRICIDADE: 7 HABILIDADES ESSENCIAIS

Em princípio, conheça as 7 habilidades da psicomotricidade essenciais para a educação infantil. De fato, a psicomotricidade é uma ciência que tem como foco o desenvolvimento motor, cognitivo e emocional das crianças nas diferentes faixas etárias.

Portanto, para que esse desenvolvimento aconteça, é preciso avaliar o progresso da criança e estimular de acordo com a idade que a criança se encontra. Por isso, a estimulação ambiental é fundamental para o sucesso do processo. Quer saber mais? Vamos lá!

Antes de mais nada, entenda o que é essencial na psicomotricidade:

Portanto, o desenvolvimento psicomotor envolve atividades para o corpo como um todo. Sendo assim, elas são: tonicidade, equilíbrio, lateralidade, noção de esquema e imagem corporal, organização espaço-temporal, praxia global e praxia fina.

Além disso, para que você aprenda o que é psicomotricidade, assista a este vídeo:

Sendo assim, a estimulação psicomotora é feita por meio de brincadeiras, jogos e atividades estratégicas. Ou seja, quando a gente estimula corretamente, isso ajuda no desenvolvimento completo da criança.

Portanto, para contribuir com o processo, deve-se considerar o desenvolvimento psicomotor.

Aliás, o que é TONICIDADE?

Nesse sentido, quando falamos em tônus ou tonicidade, nos referimos ao tônus muscular, o qual possui um papel importante no desenvolvimento das funções motoras. Sendo assim, ele é o responsável pela contração dos músculos.

Certamente, a tonicidade é a habilidade que possibilita a postura, o equilíbrio e movimentos como deglutição. Portanto, a tonicidade está envolvida nas ações motoras do indivíduo.

O que é EQUILÍBRIO?

O equilíbrio inclui habilidades estáticas e dinâmicas. Elas ajudam a manter o controle corporal e melhorar a locomoção.

Ou seja, o equilíbrio estático é aquele que você se mantem em uma posição. Ou até mesmo a capacidade de se colocar na postura ideal ao ficarmos de pé ou sentados, por exemplo. Por outro lado, o equilíbrio dinâmico acontece com a manutenção do nosso equilíbrio quando o nosso corpo está em movimento.

Mas o que é LATERALIDADE?

Assim sendo, a lateralidade é a habilidade que uma criança tem de utilizar os dois lados do corpo para realizar diferentes atividades. Essa é uma habilidade que interfere, por exemplo, em tarefas que envolvem orientação espacial, como seguir um mapa. 

Por fim, vale ressaltar que lateralidade é diferente de dominância lateral. Ou seja, a dominância ocorre quando a criança passa a utilizar um lado do corpo (mão, olho e pé) com mais facilidade. Isso é o que diferencia, por exemplo, pessoas canhotas e destras. 

Portanto, o que é ESQUEMA E IMAGEM CORPORAL?

Por outro lado, o desenvolvimento da noção de esquema e imagem corporal é de suma importância para a formação do “eu”. Sendo assim, logo, é a partir do desenvolvimento dessa habilidade que o pequeno adquire a consciência do seu próprio corpo.

Dessa maneira, o esquema corporal é o conhecimento pré-consciente que o indivíduo adquire em relação ao seu próprio corpo. Portanto, de modo que seja viável realizar movimentos e lidar de forma madura com os objetos e pessoas ao seu redor.

Por outro lado, a imagem corporal é como a representação inconsciente que temos sobre o nosso próprio corpo.

Aliás, o que é ORGANIZAÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL?

Sendo assim, para a organização espaço-temporal, é indispensável que a lateralidade e a noção corporal estejam desenvolvidas.

Em suma, essa é a capacidade que a criança tem de situar-se e orientar-se em relação aos objetos. Além disso, com pessoas e ao seu corpo em um ambiente, como saber identificar o que está ao seu redor.

Ademais, conseguir diferenciar e perceber quando algo está perto, longe, alto, baixo ou quando determinado elemento é longo ou curto, por exemplo.

Então, entenda o que é PRAXIA GLOBAL:

Portanto, durante o desenvolvimento da praxia global, usam-se os grupos musculares. Ou seja, eles realizam movimentos complexos e voluntários simultaneamente.

Por exemplo, a ação de caminhar exige a ativação de músculos dos membros inferiores e superiores. Sendo assim, eles se movimentam simultaneamente para que haja o deslocamento do corpo. Por exemplo: praxia global: correr, saltar e agachar.

Mas o que é PRAXIA FINA?

Por fim, a praxia fina é identificada como a capacidade que o indivíduo desenvolve para fazer pequenos movimentos coordenados. Ou seja, utiliza-se os músculos.

Por fim, esses pequenos movimentos são precisos, como as ações de escrever, costurar, cortar com uma tesoura ou digitar. Do mesmo modo, a praxia fina precisa-se estimular desde os primeiros anos.

Gostou do conteúdo? Acesse o canal do Youtube da Neurosaber e fique por dentro das novidades.

Quer saber mais sobre Psicomotricidade? Aqui está uma dica extra para você, o nosso livro “Brincar é fundamental”.


Referências:

SOUZA, R. S. de. Perspectiva de professoras da educação infantil sobre a psicomotricidade e seus benefícios para as crianças. Revista Eventos Pedagógicos, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 293–303, 2022. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/reps/article/view/6327. Acesso em: 13 jan. 2023.

6 Comments

Leave a comment